AS EVIDÊNCIAS SOBRE O USO DE MEDICAMENTOS PERIOPERATÓRIOS