A IMPORTANCIA DA NOTIFIÇÃO COMPULSÓRIA: COVID-19