A VIABILIDADE DA APLICAÇÃO DA ROBÓTICA PARA A CIRURGIA FETAL MINIMAMENTE INVASIVA