RELEVÂNCIA DO RASTREIO DE FENÔMENOS TROMBOEMBÓLICOS VENOSOS NO USO DE ANTICONCEPCIONAIS