EPILEPSIA REFRATÁRIA AO TRATAMENTO FARMACOLÓGICO